Como fazer um financiamento para instalação de portaria remota?

Se você busca mais segurança e redução de custos no condomínio, a portaria remota é uma opção que vem ganhando cada vez mais adeptos. A empresa prestadora do serviço realiza todas as etapas de identificação e liberação de entrada e saída a partir de uma central de monitoramento, que cuida 24 horas do fluxo no local. Em muitos casos, o condomínio pode optar por um financiamento para instalação de portaria remota

A iniciativa já é realidade no exterior há quase 20 anos, quando as primeiras empresas do ramo surgiram nos Estados Unidos. No Brasil, a tecnologia vem chegando aos poucos. De acordo com dados fornecidos pela Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança (Abese), a expansão das instalações foi de 33% até setembro de 2021. Mais de 4 mil condomínios utilizam o serviço oferecido por mais de 600 empresas de portaria remota ativas em todo Brasil. 

Ao aliar modernidade, redução de custos e segurança, a portaria remota é um dos principais exemplos de automatização de condomínios. Por isso, hoje vamos apresentar pontos importantes sobre o sistema e explicar como funciona e quais as vantagens de um financiamento para instalação de portaria remota no condomínio. Siga a leitura!

O que é a portaria remota? 

Um condomínio com portaria remota faz o monitoramento de entradas e saídas de condôminos e visitantes através de um profissional remoto, que utiliza um circuito de câmeras estrategicamente localizadas, assim como sistema de voz e de sensores de presença conectados via internet a uma central de monitoramento.

Ou seja, quando alguém toca o interfone, quem responde é o operador da Central, que acompanha virtualmente o local durante 24 horas do dia, como se estivesse presente na guarita.

Para os condôminos, o acesso pode ser feito por meio de controles, tags, biometria e até QR-Codes. Este último também é bastante utilizado para a liberação de convidados. O próprio condômino pode gerar um QR Code de acesso por meio de um aplicativo e enviar ao visitante.

A segurança é um dos pontos fortes desse sistema. Cabe destacar que todos os registros, como vídeos e ligações, são gravados e registrados em sistema, permitindo que o acesso de qualquer pessoa no condomínio seja rastreado.

Outro ponto muito importante diz respeito aos custos da portaria remota – 70% menores que os apurados naquelas onde ainda há serviço prestado pelo tradicional porteiro. O sistema remoto manejado por uma central eletrônica é significativamente mais barato que o operado pela presença humana, que demanda o cumprimento das regras de direito trabalhista, bastante onerosas para os condôminos.

Como funciona a portaria remota?

Ao chegar no condomínio, o visitante aperta a campainha e conversa com o porteiro através da portaria eletrônica, que funciona via interfone. Enquanto isso, o funcionário da empresa notifica o condômino por interfone, telefone ou aplicativo de celular e confere se a entrada é autorizada. Tudo isso utilizando a internet.

De modo geral, o circuito é formado por câmeras colocadas em lugares estratégicos que captam imagens e sons de fácil leitura. Os sensores de presença identificam a movimentação do local, os porteiros eletrônicos e as fechaduras também são conectadas a um aplicativo ou uma central de monitoramento.

Alguns equipamentos são necessários para que o sistema cumpra seu papel, como:

  1. Sistemas de biometria, aplicativos ou tags: normalmente utilizados para a entrada e saída de moradores;
  2. Abertura e fechamento de portões de forma remota: permite ao operador abrir e fechar portões ou garagem à distância;
  3. Sistema de internet e telefonia com redundância: é necessário ter linhas de suporte para casos de falha na conexão ou de sistema fora do ar, já que toda a comunicação acontece online;
  4. Sistema de câmeras: aparelhos que transmitem som e imagem online são essenciais para uma boa comunicação entre o condômino ou visitante e o operador;
  5. Gerador ou Nobreak: para casos de queda de energia;
  6. Cerca elétrica: para manter o perímetro do condomínio seguro;
  7. Botão de pânico: uma forma rápida de acionar a empresa para que esta acione a polícia em casos de problemas;
  8. Backup de imagens: serviço de nuvem para armazenar as imagens do dia-a-dia do condomínio.

Quanto às entregas que requerem a assinatura do comprador e pedidos de delivery, o funcionamento é similar à visita de um convidado: o entregador entra em contato com a portaria à distância pelo interfone na porta de entrada e a central notifica o condômino. 

Vantagens da portaria remota

Agora que você já sabe o que é e como funciona a portaria remota, conheça algumas vantagens que esta tecnologia pode agregar ao seu empreendimento.

  • Redução dos custos em até 70% por não haver demanda salarial;
  • Redução nas cotas condominiais;
  • Menor risco de problemas com ações trabalhistas;
  • Mais segurança e controle, com câmeras instaladas nas entradas e áreas comuns;
  • Funcionamento ininterrupto, inclusive para receber correspondências e encomendas;
  • É viável fazer um financiamento para instalação de portaria remota no condomínio. Vamos falar sobre isso já, já! 

Como funciona um financiamento para instalação de portaria remota? 

Muitos condomínios podem ter dificuldades financeiras para viabilizar a instalação de portaria remota, já que a mudança depende de dinheiro em caixa para custear a rescisão de funcionários e cobrir os gastos para a modernização. 

Para auxiliar os condomínios na adoção desta e de outras soluções tecnológicas, ou ainda, para obras diversas e resolução de emergências, o CondoConta facilita o acesso a um Financiamento Condominial.

Como a instalação de portaria remota traz economia e redução nos custos, o projeto se paga de forma constante. Assim, é totalmente viável desenvolver um plano para quitar as parcelas do financiamento. 

Para contratar o Financiamento Condominial CondoConta, basta fazer uma simulação e solicitar o crédito desejado em um plano de pagamento adequado à sua possibilidade. Nosso time acompanha e assessora de perto todo o processo e oferece as melhores propostas para que o valor atenda à demanda e as parcelas caibam no bolso, sem sufoco.

Como vimos, ainda que possa parecer algo diferente, para muitas pessoas, a portaria remota já é uma realidade que pode e deve ser pesquisada. Afinal, se estamos aqui para transformar a vida em condomínios, por que não apostar na tecnologia? 

Gostou deste conteúdo? Para ler mais artigos como este, acesse o nosso blog.

X