Solidariedade: saiba como criar campanhas beneficentes no condomínio

A época mais fria do ano é também propícia para a prática de boas ações. Isso porque, o inverno traz consigo a difícil realidade das populações mais carentes e de pessoas em situação de rua, quadro que tem se agravado em todo o país, diante das dificuldades econômicas e altas taxas de desemprego. Que tal seguir a onda de solidariedade e organizar campanhas beneficentes no condomínio? 

Além de pensar em uma arrecadação para o inverno, o síndico pode mobilizar os condôminos para outras causas, estabelecendo um calendário a partir de temáticas pré-definidas. 

No artigo de hoje, veja dicas práticas para organizar as campanhas beneficentes no condomínio

Benefícios de campanhas beneficentes no condomínio

Além de criar uma campanha para doação de agasalhos no inverno, o síndico também pode promover o engajamento dos condôminos em diversas outras causas sociais. Afinal, a participação em campanhas beneficentes no condomínio também têm o poder de melhorar o relacionamento e favorecer a coletividade

Isso porque, as boas ações estimulam as áreas do cérebro conectadas ao prazer e à recompensa. É o que mostra um estudo conduzido por pesquisadores brasileiros nos Estados Unidos. Por meio da ressonância magnética, eles monitoraram o cérebro de pessoas durante a decisão sobre fazer ou não uma doação para instituições de caridade.

No grupo de pessoas que decidiram pela doação, a área do cérebro conhecida como sistema de recompensa foi ativada, liberando dopamina. O córtex subgenual e a área septal, regiões relacionadas ao sentimento de apego e de pertencimento também foram estimuladas.

Como criar campanhas campanhas beneficentes no condomínio

Para começar, que tal levar a pauta para a discussão em assembleia? Assim, o síndico pode sugerir algumas causas sociais, ouvir a contribuição dos condôminos e então, juntos, a maioria decide quais serão as campanhas beneficentes no condomínio

Depois de manifestado o interesse dos condôminos, é interessante criar uma comissão responsável pela organização das campanhas. Os voluntários podem apurar quais as instituições mais próximas para facilitar a logística e a entrega das doações, determinar o calendário para a arrecadação, estruturar a divulgação da campanha e elaborar um levantamento de tudo o que foi doado. 

Veja alguns exemplos de itens que podem ser arrecadados para doação: 

  • Roupas, calçados e cobertores;
  • Produtos de higiene pessoal;
  • Produtos de limpeza;
  • Alimentos não perecíveis;
  • Brinquedos;
  • Livros.

Outras ações positivas

Já que estamos falando de boas ações, além das campanhas beneficentes no condomínio, também é muito importante avaliar a participação de todos os condôminos em outras causas sociais e ambientais, por exemplo. Confira algumas ideias: 

Campanhas de doação de sangue 

Geralmente, é nas estações de outono e inverno que o número de doações cai, motivado pelo aumento das infecções respiratórias, daí a necessidade do alerta para o reforço nos estoques. 

Que tal organizar uma campanha no condomínio para incentivar o gesto entre os condôminos? Para isso, cartazes e avisos espalhados nas áreas comuns são bem-vindos!  

Para doar sangue, é preciso ter de 16 a 69 anos e pesar mais de 50kg, apresentar documento oficial com foto e estar em boas condições de saúde. 

Ações de responsabilidade ambiental

No condomínio, as ações de responsabilidade ambiental geram impactos positivos para o meio ambiente. A sustentabilidade pode trazer incentivos econômicos e fiscais para o empreendimento, além de elevar o bem-estar e a qualidade de vida de todos. 

Confira boas ideias para levar como pauta na próxima assembleia: Conheça o IPTU Verde e outros incentivos econômicos para condomínios sustentáveis.

E então? Pronto para promover campanhas beneficentes no condomínio? Se você gostou das dicas e informações que preparamos, compartilhe nas suas redes sociais e lembre-se de levar como sugestão para a próxima reunião de condôminos! 

X