Sol, diversão e férias: como preparar o condomínio para o verão?

Com a proximidade do verão, o clima nos condomínios também costuma mudar. O período de férias e festas de final de ano costuma vir acompanhado de um aumento no fluxo de pessoas, sejam visitantes ou os próprios condôminos. Com isso, cresce também o uso das áreas comuns, como piscinas, playground, salão de festas e outros. A época também exige atenção especial à segurança e manutenção predial. Você sabe como preparar o condomínio para o verão

Preparamos esse conteúdo para auxiliar você, síndico, a gerir todas as partes do condomínio, inclusive no período de férias. Para isso, separamos alguns cuidados e medidas que devem ser levados em consideração para que os condôminos possam desfrutar de bons momentos com a família e amigos.

Siga a leitura e confira nossas dicas para preparar o condomínio para o verão

Segurança em primeiro lugar

A segurança é um ponto de atenção durante o ano todo. Indica-se que os sistemas de segurança do condomínio sejam revistos pelo menos a cada seis meses, para garantir que tudo esteja em ordem. 

O verão é um período que requer ainda mais cautela, devido à grande circulação de pessoas. Por isso, é fundamental intensificar os cuidados no controle de acesso e revisar todos os equipamentos de segurança, reforçando ou corrigindo qualquer possível falha.  

Se o acesso é realizado por biometria, senhas, tags ou cartão, esses sistemas precisam ser verificados com antecedência para que funcionem perfeitamente. Já os condomínios que não utilizam esses recursos mais modernos e tecnológicos devem seguir os protocolos habituais. 

Confira alguns cuidados importantes para preparar o condomínio para o verão:

  • Revisar as cercas de proteção e certificar-se de que não existam pontos de fragilidade;
  • Conferir se o sistema de câmeras de segurança necessita de ajustes ou reparos técnicos;
  • Enviar circulares e comunicados para os moradores relembrando medidas básicas de segurança, como conferir o fechamento de portas após a entrada, ter agilidade ao entrar de carro na garagem, não permitir a entrada de desconhecidos no condomínio, entre outros;
  • Revisar medidas de segurança com todos os colaboradores, especialmente com a equipe de porteiros e vigias;
  • Usar a tecnologia: peça para que os moradores cadastrem previamente suas visitas via aplicativo ou software condominial.

É importante realizar todas essas medidas de prevenção de segurança antes do período entre Natal e Ano Novo, quando muitos condôminos costumam viajar ou receber visitantes. 

Preparação e manutenção da piscina

Em condomínios com piscina, a temporada de verão é o momento ideal para desfrutar desse espaço. Mesmo que a piscina precise de reparos ao longo das demais estações do ano, o verão e as férias escolares pedem uma atenção especial. 

Por isso, fique atento a algumas medidas de manutenção: 

  • Faça a troca do cloro da piscina de 2 em 2 dias;
  • Meça o pH da água da piscina semanalmente;
  • Aspire a água da piscina a cada 2 dias;
  • Realize a limpeza da piscina com escovação a cada quinzena;
  • Verifique ainda o estado do piso de revestimento, o funcionamento do sistema de bombas e o sistema preventivo de segurança emergencial.

Quanto ao uso da piscina do condomínio, o síndico precisa indicar e reforçar as normas de uso aos condôminos. Esse tipo de informação também deve figurar na Convenção e Regimento Interno do condomínio. 

Playground 

As férias escolares exigem atenção redobrada do síndico, já que as crianças estarão com a “corda toda”. Para preparar o condomínio para o verão e garantir a segurança dos pequenos moradores, o playground merece cuidados especiais e uma boa manutenção

O local deve ser inspecionado para verificar se não há nenhuma peça que ofereça riscos. Brinquedos de madeira, por exemplo, geralmente sofrem avarias com o passar do tempo. Em cidades do litoral, é a maresia que acaba danificando especialmente as estruturas de metal. 

Além de verificar os brinquedos, o piso do parquinho também deve ser avaliado para garantir o cumprimento das normas de segurança. Confira os fatores que precisam ser levados em consideração:

  • Propriedade antiderrapante;
  • Capacidade de drenagem;
  • Baixa inflamabilidade;
  • Facilidade de limpeza;
  • Alta durabilidade e pequena demanda por manutenção;
  • Design lúdico e educativo;
  • Capacidade de absorção de impacto.

A escolha dos brinquedos a serem instalados também merece cuidado. Os equipamentos escolhidos, assim como a instalação deles no playground devem seguir as normas de segurança da ABNT. Por conta da durabilidade, os brinquedos de plástico com estrutura metálica ou de madeira e produzidos com materiais atóxicos e absorventes à impacto são os mais utilizados. Na instalação, os brinquedos devem estar separados por pelo menos 1,30m para garantir a segurança dos usuários.

Ao assegurar que as normas de segurança para playground sejam cumpridas, é possível evitar que as crianças passem por situações de risco e eventos que geram incômodos, acidentes e até conflitos entre os moradores. 

Espaços comuns

Além das férias, final de ano também é sinônimo de festividades. Entretanto, a grande quantidade de comemorações pode gerar conflito pelos espaços comuns do condomínio, como salões de festa, espaço gourmet, churrasqueiras, entre outros.

Para o síndico, isso pode se tornar uma dor de cabeça se o cronograma de reservas não for organizado. Para facilitar o seu trabalho e preparar o condomínio para o verão, que tal automatizar essa tarefa? Experimente utilizar um mural digital, por exemplo. A solução permite ao síndico a publicação de informativos sobre o condomínio, sem precisar imprimir ou se deslocar. Assim, sobra mais tempo para cuidar de outras demandas. 

Manutenção predial

A inspeção predial anual é uma prática indispensável e fundamental. Conforme definição do Código Civil – Art. 1.348, o síndico deve guardar as partes comuns do prédio e zelar pela prestação dos serviços de interesse dos condôminos.

Caso o síndico não queira se responsabilizar pela manutenção predial do seu condomínio, a gestão da manutenção pode ser delegada a uma empresa ou profissional especializado no assunto. 

Antes de iniciar o plano de manutenção é necessário realizar uma Inspeção Predial na edificação, que identifica e analisa desde pequenas avarias até situações mais críticas.

A inspeção predial servirá como base para o desenvolvimento do plano de manutenção predial do condomínio e deve ser realizada por um engenheiro, arquiteto ou empresa especializada em serviços de manutenção predial.

Agora que você já sabe o que precisa ser feito para preparar o condomínio para o verão, faça o seu planejamento! Com essas dicas, você pode otimizar o seu tempo e trazer muito mais tranquilidade para esse período do ano. 

Gostou deste conteúdo? Para ler mais artigos como este, acesse o nosso blog.

X