Acerte na contratação de zeladores

Saiba qual o perfil recomendado e a remuneração média, que funções deve ter, como criar a vaga e fazer a seleção para acertar na contratação de zeladores.

Os zeladores prediais e de condomínios possuem papéis fundamentais na gestão dos locais. Inclusive, esse profissional é considerado o funcionário mais próximo do síndico.

A principal função dos zeladores é realizar um bom gerenciamento de pessoas. Somado a isso, o bom funcionamento do condomínio também acaba se tornando sua função, cabendo a ele auxiliar nas atividades de administração e atuar diretamente na resolução de problemas para a manutenção do condomínio.

Algumas de suas tarefas incluem ficar à frente de toda a parte de limpeza das áreas comuns de um condomínio. Também são suas responsabilidades certificar-se de que as instalações do local estão funcionando corretamente e acompanhar a manutenção preventiva que deve ser feita regularmente.

Ele pode, e deve também, interferir caso algum serviço primordial no condomínio não esteja sendo realizado conforme acordado na contratação.

Existem mais tarefas que são destinadas exclusivamente aos zeladores, que precisam ter o perfil adequado para se encaixar nessa função. Assim, veja a seguir como saber se o candidato é recomendado a vaga.

Qual o perfil dos zeladores?

Atualmente, os zeladores passaram a ter funções mais específicas na gestão de um condomínio. Por isso, são exigidos alguns cursos e conhecimentos na função. De maneira geral, a maioria dos locais que oferecem uma vaga para zeladores exige o Ensino Fundamental Médio Completo.

Além disso, como faz parte de suas tarefas zelar pela parte elétrica do condomínio, muitos requerem curso de elétrica e hidráulica.

Também é observado se o profissional sabe lidar com situações de conflitos e se é uma pessoa zelosa no trato aos condôminos. Isso é importante, visto que o zelador precisa ser solícito, mas manter sempre a discrição em relação aos moradores do condomínio em que está trabalhando. 

O cargo de zelador, inclusive, é comparado muitas vezes com o de um gerente predial, pois hoje a função exige mais competência para ser realizada. 

Outro fator observado no perfil do zelador é se ele sabe lidar com os prestadores de serviço, ou seja, aqueles que foram contratados pelo síndico para executar alguma atividade no local. Afinal, ele precisa estar ciente de toda operação que está sendo feita no condomínio e atender cada caso com competência.

Como criar a descrição das vagas de zeladores?

No momento em que se necessita contratar um zelador, é essencial realizar uma descrição detalhada daquilo que se espera do funcionário.

Uma vantagem é  que as funções de um zelador são regidas pela Tabela de Classificação Brasileira de Ocupações do Ministério do Trabalho e Emprego. Portanto, para garantir que não haja problemas com as questões trabalhistas, é importante criar uma lista de atribuições cargo, que incluem:

  • Promoção da limpeza e conservação do ambiente;
  • Fiscalização e cumprimento do regimento interno;
  • Promoção da ordem em prol do bem-estar dos condôminos;
  • Inspeção de todas as áreas comuns do prédio;
  • Cuidados com a manutenção, como a troca de lâmpadas e fusíveis, reparos de instalação e solicitação de mão de obra quando necessário;
  • Cuidado e zelo da manutenção geral do condomínio.

Ao observar todas essas atividades e o perfil dos zeladores que desejam a posição, é possível contratar o melhor profissional para trabalhar no condomínio.

Como fazer o processo seletivo?

Com a descrição da vaga e o perfil desejado do zelador, você pode realizar o processo seletivo. No entanto, algumas etapas devem ser seguidas para encontrar o funcionário com o perfil ideal conforme aquilo que você necessita.

A primeira etapa do processo de seleção é criar um anúncio com a vaga, o perfil, a descrição e o salário que será pago ao zelador, informando que está recebendo currículos. Geralmente, o síndico é a pessoa mais indicada para realizar a entrevista, já que ambos vão ter uma relação de trabalho bastante próxima.

Coloque no anúncio o prazo máximo para a seleção e leia com atenção todos os currículos enviados para escolher aqueles que mais se encaixam na função.

Com alguns currículos selecionados, é importante checar os dados cadastrais dos possíveis zeladores antes mesmo da entrevista.

As referências, como os lugares onde eles já trabalharam, também devem ser averiguadas. Uma boa opção é perguntar ao síndico do antigo emprego se ele tinha uma boa relação com os condôminos, por exemplo.

Contudo, nem sempre a experiência é exigida na função, já que muitas vezes o futuro funcionário pode ter bons cursos e se adaptar ao cargoÉ uma oportunidade de oferecer uma chance àqueles que estão começando, já que o cargo será gerenciado de perto pelo síndico.

Após a primeira seleção, chegou o momento de entrevistar os candidatos a zelador. Nesse momento, é importante verificar qual candidato possui o melhor trato com o público. Isso porque o cargo de zelador requer uma pessoa que saiba ser cordial, mas firme com as regras a serem seguidas.

Escolhido o candidato que mais se aproxima do perfil da vaga, faça a verificação dos documentosNessa etapa, algumas informações são primordiais, e os documentos a solicitar são os seguintes:

  • Registros, se houver na carteira de trabalho;
  • Certidão Negativa, fornecida pela Justiça Criminal;
  • Certidão de Protestos, fornecida por Cartórios;
  • Certidão do Exército Brasileiro.

Se tais questões estiverem em dia, você pode seguir com a contratação. É claro que levará um tempo para que o zelador se habitue ao novo condomínio, contudo, para isso existe o tempo de experiência.

Quanto ganha um zelador de acordo com a região

O salário de um zelador pode variar de acordo com a região, contudo, não pode ser menor que aquele estabelecido em acordos trabalhistas.

De acordo com o Ministério do Trabalho, em uma pesquisa do site Salário, confira o salário dos zeladores de acordo com a região:

  • Região Nordeste

Na região Nordeste o piso salarial é de R$ 1.059,00, com a média de R$ 1.160,58 e o teto de R$ 1.753,90.

  • Região Sul

Na região Sul o piso salarial é de R$ 1.286,23, com média de R$ 1.409,27 e o teto de R$ 2.129,74.

  • Região Sudeste

Na região Sudeste, onde o salário costuma ser maior, o piso salarial é de R$ 1.415,00, com média de R$ 1.550,00 e o teto de R$2.342,00.

  • Região Centro Oeste

Na região Centro-Oeste, o piso salarial é de R$ 1.122,00, com média de R$ 1.229,77 e o teto de R$1.858,45.

  • Região Norte

Na região Norte, o piso salarial é de R$ 1.059,68, com média de R$ 1.161,05 e o teto de R$1.774,00.

Portanto, é necessário realizar o pagamento do zelador de acordo com o estado onde ele reside.

Outra questão trabalhista é que a função de zelador tem 44 horas semanais, sendo possível que ele realize horas extras mediante pagamento em folha de trabalho.

Existe ainda a possibilidade da contratação de zeladores através de uma empresa terceirizada, o que tira do síndico as responsabilidades trabalhistas.

Contudo, as funções e obrigações permanecem as mesmas, sendo importante que o zelador passe por todo o processo seletivo.

Gostou deste conteúdo? Para ler mais artigos como este, acesse o nosso blog.

X